Confira 5 dicas para fazer o bebê arrotar

É importante colocar o bebê para arrotar porque o ar que ele ingere durante as mamadas pode causar desconfortos e, até mesmo, cólicas

Tudo bem se você ainda não sabe exatamente como fazer o bebê arrotar; afinal, a maternidade é cheia de desafios. Mesmo assim, é preciso ter consciência de que esse é um cuidado muito importante, pois, enquanto o bebê está mamando, seja no seio ou na mamadeira, ele engole ar com leite, e é isso o que provoca bolhas de gases.

“O arroto serve para eliminar o gás que se acumula no trato digestivo alto, que pode trazer uma saciedade precoce para a criança, fazendo diminuir a quantidade de leite ingerido”. Essa é a explicação do médico pediatra Fernando Majzels, que contribuiu para a criação desta publicação.

São algumas dicas fáceis de colocar em prática e que você talvez use até iniciar a introdução alimentar do bebê. Assim, vai garantir que seu pequeno se sinta mais confortável depois de mamar e beber a quantidade necessária de leite para seu sustento e nutrição adequados! Confira a seguir!

1. Tenha atenção aos sinais e caretas do bebê

Antes de mostrarmos como fazer o bebê arrotar, precisamos lembrar que o pequeno se sente desconfortável e pode ficar muito irritado e agitado se não receber esse estímulo. Isso acontece porque os gases que se formam no trato digestivo podem provocar cólicas no bebê, deixando a barriguinha dolorida.

Fernando explica que algumas crianças têm mais dificuldade do que outras para arrotar. Há casos em que o arroto acontece naturalmente, mas, em outros, é preciso ajudar o bebê depois de mamar — e pode acontecer de, no meio da mamada, ser necessário estimular o arroto.

Tudo vai depender de como o seu bebê reage e dos sinais que ele emite; afinal, se estiver sentindo desconforto, você vai perceber a agitação. Os sinais são: parar de mamar, fazer algumas caretas e começar a chorar.

Não se preocupe, porque não existe nada de errado em esperar a criança dar essas manifestações. É assim que você saberá como ajudar o pequeno no momento em que for necessário. “Se ele estiver confortável, não precisa fazer nada. Significa que não ingeriu tanto ar”, explica o pediatra.

Sim, nem sempre você precisa ficar vários minutos tentando fazer seu bebê arrotar, porque talvez ele não precise. No dia a dia, e após cada mamada, você começará a observar as reações do pequeno e identificará o momento mais adequado de intervir.

2. Coloque o bebê sentado no seu colo

Saber como fazer o bebê arrotar é importante porque, como o ar ingerido não se mistura ao leite, algumas bolhas são formadas. Para que elas possam ser expelidas mais facilmente, é preciso colocar a criança em uma posição que favoreça a eliminação do ar pela boca.

Uma boa alternativa é colocar o bebê sentado em seu colo depois que ele mamar ou se começar a manifestar desconforto durante a mamada. Posicione o pequeno de frente ou de costas para você, de preferência, com o tronco levemente inclinado e as pernas um pouco flexionadas.

Não se esqueça de oferecer apoio para o ombro e para o queixo. Ao mesmo tempo, você pode dar leves batidinhas ou fazer uma massagem nas costas dele. De toda forma, essa posição é mais indicada para estimular o arroto em bebês a partir de 2 meses.

3. Massageie as costas do bebê

Outra recomendação do pediatra sobre como fazer o bebê arrotar é apoiar a criança no ombro e fazer massagem em suas costas. Isso vai estimular o reposicionamento das bolhas de gás e ajudar o organismo a expelir esse ar de uma forma rápida e confortável para o pequeno.

Se você preferir, pode fazer essa massagem com a criança deitada sobre sua barriga. Algumas mamães usam também o canguru para isso, mantendo o pequeno bem próximo do seu corpo. O mais importante é garantir que não haja uma pressão muito grande na barriguinha, já que o bebê acabou de se alimentar e pode se sentir desconfortável com a pressão no estômago.

4. Coloque o bebê em pé para arrotar

Em vez de deixar o bebê sentado em seu colo, você também pode mantê-lo em pé, pois essa posição vertical vai ajudar o gás a se separar. Mas, de acordo com Fernando, o tempo desse estímulo pode ser diferente dependendo das necessidades de cada criança.

“Deixar na posição vertical por um período de 10 a 15 minutos após mamar pode ajudar os que têm maior dificuldade. No caso de o bebê ter refluxo diagnosticado, esse tempo deve ser maior, em torno de 30 minutos antes de deitar”.

5. Acalme o bebê

Você lembra que explicamos que o acúmulo de gases pode fazer com que a criança fique irritada? Por isso, uma das nossas dicas de como fazer o bebê arrotar é ajudá-lo a se acalmar novamente, para que o ar seja expelido com mais facilidade.

Enquanto estiver com o pequeno deitado em seu ombro ou sentado em seu colo, converse com ele, cante uma canção, faça movimentos de ninar ou qualquer outra estratégia que você já costuma adotar para que ele fique mais tranquilo.

O importante é que ele se sinta relaxado, de modo que o corpo também relaxe, pois isso ajuda o arroto acontecer mais facilmente. Essa é uma boa alternativa mesmo que a criança já esteja tranquila, porque, assim, você encurta o tempo de estímulo.

Algumas mamães ficam preocupadas porque seus bebês mamam pouco, e essa saciedade precoce, como você viu, pode estar relacionada ao acúmulo de gases. É por isso que, mesmo durante a mamada, é importante prestar atenção aos sinais que o bebê dá.

“Não é obrigatório, mas é importante observar, caso não arrote, se ele fica desconfortável. Se sim, usar alguma das técnicas para tentar fazê-lo arrotar vai ajudar a mamar melhor cada seio”, Fernando esclarece.

Outra dica importante é evitar colocar o bebê deitado assim que terminar de mamar, pois o arroto ajuda a evitar engasgos e refluxo, que poderiam causar sufocamento. Se o pequeno estiver com sono ou não puder ficar no colo, coloque-o no carrinho com a cabeça mais elevada do que o corpo. Somente depois de perceber que ele já arrotou ou está confortável é que você deve deitá-lo.

Não existe uma regra única sobre como fazer o bebê arrotar. Todas essas práticas são válidas e seguras. O mais importante é que você teste cada uma delas e observe qual funciona melhor para o seu pequeno no dia a dia. Assim, vai garantir mais bem-estar e saúde para ele.

Fonte: Blog Granado Bebê

Leia também

Calendário de vacinação: como proteger seu filho dos 0 aos 15 meses

10 dicas de ouro para fazer o bebê dormir a noite toda

Alimentos que ajudam a soltar o intestino do bebê 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>