40 nomes bíblicos para meninos e meninas

Na hora de escolher o nome do bebê, a tradição pode ser um fator decisivo para as famílias. É aí que nomes de santos e de outros grandes personagens da Bíblia ganham força e podem ser uma boa opção. Confira a lista completa

Uma das delícias da gravidez é fazer listas e mais listas de nomes de bebês e conversar com amigos e familiares em busca da opção que mais se encaixa ao casal. Na hora de finalmente bater o martelo, muitas famílias levam em consideração a tradição. Por isso, no Brasil é muito comum que crianças sejam registradas com nomes inspirados em santos e outros personagens bíblicos. Além de serem atemporais, vários desses nomes designam características fortes e bonitas. Selecionamos 40 nomes bíblicos para meninos e meninas e explicamos os seus significados. Algumas opções são mais comuns, como João e Maria, mas também há outras mais diferentes e ousadas. Veja a lista completa abaixo!

Meninos

ABRAÃO: Significa ”pai de uma multidão”, do hebraico Abraham, derivado de Ab hamum. Abraão é um personagem bíblico citado no Gênesis. Segundo os escritos, foi a partir dele que teriam se desenvolvido as religiões abraâmicas, as principais vertentes do monoteísmo: o judaísmo, o cristianismo e o islamismo.

ANDRÉ: Interpretado como viril, másculo, valente. Vem do grego andros (homem). É um nome popular em várias línguas. No Brasil, mais de 580 mil pessoas foram registradas assim. Na Bíblia, Santo André é o primeiro discípulo de Jesus e irmão de São Pedro.

DANIEL: Significa ”Deus é meu juiz”, do hebraico Dan-El. É o nome de um dos profetas da Bíblia, conhecido em todas as épocas e lugares. É um nome muito comum no Brasil, com mais de 700 mil registros.

DAVI: Vem do hebraico dawid e quer dizer amado. Na Bíblia, Davi venceu o gigante Golias e se tornou o grande rei de Israel. É outro nome bastante utilizado no território brasileiro, com mais de 250 mil pessoas chamadas assim. Em 2021, esteve entre os dez nomes de bebês mais populares do ano. Uma variação é David.

GABRIEL: Vem do hebraico Gabar-El, ”força de Deus” ou ”homem de Deus” ou ”enviado de Deus”. Gabriel é o anjo que anunciou a Maria que ela seria a Mãe do Salvador. Também é um dos nomes mais comuns no Brasil e tem mais de 930 mil registros no país. Esteve no ranking dos dez mais utilizados em 2021.

JESUS: Significa salvador, pelo latim Iesus ou Jesus, do grego Iesoûs. Do hebraico Yeshua, abreviação de YehoShua, designa ”Javé é a salvação”. É o nome do filho único de Deus.

JOÃO: Origem atribuída ao hebraico Yohannan, ”Deus tem compaixão” ou ”Deus é misericordioso”. É um dos nomes mais populares de todos os tempos em diversos países, difundido por São João Batista que, segundo os evangelhos, era primo de Jesus e foi o responsável por seu batismo. O nome voltou à moda no Brasil e há mais de 2,9 milhões de pessoas registradas com este nome. Entre os brasileiros, é comum ser utilizado com nomes compostos.

JOSÉ: Pelo latim Josephus, do grego Ioséph, do hebraico Yôseph, derivado de Yôsephyâh, ”Deus acrescenta” ou ”O Senhor aumente”. No século passado, o Papa Pio IX nomeou São José, esposo da Virgem Maria, o padroeiro da Igreja Católica universal, popularizando o nome. É muito utilizado principalmente no Nordeste e no Norte, com mais de 5,7 milhões de registros no Brasil.

LÁZARO: Vem do grego Lázaros, que deriva do hebraico Eleazar (“Deus socorre, ajuda”). De acordo com a passagem bíblica, Lázaro foi ressuscitado por Jesus. Uma personalidade famosa com este nome é Lázaro Ramos.

LEVI: Forma aportuguesada do hebraico Lewi, quer dizer unido, conectado. No Antigo Testamento, é o nome do terceiro filho de Lia e Jacó. Não é tão comum no Brasil, mas a sua popularidade vem crescendo desde os anos 2000.

MATEUS: Nome de um dos doze apóstolos de Jesus. É a forma grega de Matias, que vem do hebraico mattatyah e quer dizer “dom de Deus”. Mateus é muito utilizado no Brasil e apresenta mais de 580 mil pessoas nomeadas assim. Uma variação do nome, Matheus, já foi registrada mais de 350 mil vezes no país.

MIGUEL: Significa ”Deus é incomparável”, do hebraico Mikha-El. Nome do arcanjo que no Antigo Testamento derrotou Satanás. Também esteve entre os dez nomes de bebês mais populares de 2021 e possui mais de 240 mil registros no Brasil.

MOISÉS: Do hebraico Mosheh, que vem do elemento egípcio mesu (filho, servo). Outra versão sugere que venha do hebraico mashah, ou seja, “salvo das águas”. Segundo a passagem bíblica, o profeta Moisés foi abandonado no rio Nilo, ainda bebê, mas salvo pela filha do faraó. Foi um líder religioso que recebeu os Dez Mandamentos e libertou os judeus da escravidão no Egito. Também é atribuído à autoria da Torá. No Brasil, há mais de 125 mil pessoas registradas com este nome.

NOAH ou NOÉ: Personagem bíblico que constrói uma arca para salvar os animais do dilúvio. Com origem no hebraico No’ah, que por sua vez teria surgido a partir da palavra noach, que quer dizer “descanso”, “repouso”, “de longa vida”.

PAULO: Paulo de Tarso ou São Paulo, foi um dos mais influentes escritores, teólogos e pregadores do cristianismo cujas obras compõem parte significativa do Novo Testamento. Significa pequeno, do latim Paulus. É um nome muito popular em diversos países. No Brasil, há mais de 1,4 milhões de registros.

PEDRO: São Pedro foi um dos doze apóstolos de Jesus Cristo, segundo o Novo Testamento. Pedra, rocha, do latim Petra, derivado do grego Pétros. Pedro é um dos primeiros nomes da cristandade, adotado também por muitos reis e imperadores, como no caso brasileiro, Dom Pedro I e Dom Pedro II. É bem comum entre os brasileiros: mais de 1,2 milhões de pessoas foram chamadas assim.

RAFAEL: Na Bíblia, é o arcanjo da cura. Vem do hebraico refa-el, “Deus curou”. É uma referência à cura milagrosa feita pelo arcanjo ao pai de Tobias, de acordo com a passagem bíblica. Há mais de 820 mil registros deste nome no Brasil.

SAMUEL: Significa “aquele a quem Deus ouviu” ou “nome de Deus”, do hebraico Shemu’el. Samuel é considerado o primeiro profeta na Bíblia. Também é um nome bem utilizado no Brasil, com mais de 290 mil pessoas registradas assim. Foi um dos dez nomes mais escolhidos pelas famílias em 2021.

TADEU: Para alguns autores, é uma variação de Teodoro, ou seja, “dádiva, presente de Deus”. Outros acreditam que a origem seja uma expressão em aramaico que significa “amoroso”. São Judas Tadeu, um dos doze apóstolos de Jesus Cristo, é o santo das causas impossíveis.

URIEL: Em hebraico, significa “luz de Deus”. É um dos arcanjos da cultura judaico-cristã. Derivando das tradições místicas judaicas, Uriel tornou-se também o Anjo do Domingo, Anjo da Poesia. É um personagem bem importante. De acordo com o livro de Enoque, São Uriel teria a anunciado a vinda do Dilúvio a Noé e dirigido Abraão a caminho da Terra Prometida.

Meninas

ABIGAIL: Vem do hebraico (avigayil) e quer dizer “meu pai é alegre”. Foi uma personagem bíblica citada no Antigo Testamento. Ela era esposa de Nabal, um homem rico de Maom. É considerada uma referência de mulher apaziguadora.

ADA: Significa feliz, de eada, do germânico. Ou do hebraico adah, ornamento ou beleza. Ada é uma personagem bíblica do Antigo Testamento, mencionada no livro de Gênesis. Ela foi esposa de Lameque e mãe de Jabal e Jubal.

ANA: Do hebraico Hannah, o mesmo que “graça”. É citado várias vezes na Bíblia. Entre elas, é o nome da mãe do profeta Samuel. É um nome muito comum em todo o território brasileiro, com mais de 3 milhões de registros. Também é bem utilizado em nomes compostos. Algumas variações são Anna, Anne e Anaís.

DALILA: Do hebraico Delilah, de significado controverso: dedicada, fraca, terna. Interpretado ainda como “mulher dócil”. Designa a personagem bíblica que cortou os cabelos do herói Sansão para que ele perdesse a força.

DANIELA: Feminino de Daniel. Do hebraico dan, juiz, e El, Deus. “Deus é meu juiz”. É muito popular no Brasil, com mais de 300 mil registros. Uma personalidade famosa com este nome é a cantora Daniela Mercury.

DÉBORA: Significa abelha, do hebraico Deborah. É o nome de uma famosa personagem bíblica. Foi profetisa e a quarta juíza de Israel, sua história está descrita no Livro dos Juízes. Ela, juntamente com Baraque, liderou os israelitas contra o domínio de Canaã, por volta do século XII a.C. Mais de 310 mil pessoas foram registradas com este nome no Brasil.

ELISA: Variação de Elisabete. Significa “Deus dá”, “consagrada a Deus” ou ainda “Deus é abundância”, em hebraico. O nome Elisa também faz referência à personagem bíblica Isabel, a mãe de João Batista.

ESTER: Do persa stara, quer dizer estrela. Outra hipótese é o nome hebraico Ishtar, divindade persa. Ester é uma das mulheres mais importantes de toda a história bíblica. Ela se tornou rainha da Pérsia e foi usada por Deus para salvar todo o povo hebreu. Nessa época, a nação de Israel estava sob exílio no reino persa. Também conhecida como Hadassa bat Avihail, sua história é narrada no livro de Ester. No Brasil, mais de 100 mil pessoas têm este nome.

EVA: Tem um significado simples, mas muito especial: vida, do hebraico Hawwâh, ou seja, viver. No Antigo Testamento, é o nome da primeira mulher criada por Deus. Vivia no Jardim do Éden junto com Adão. Mais de 161 mil brasileiros foram registrados assim. Uma variação do nome é Ava.

GABRIELA: Feminino de Gabriel, do hebraico Gavri’el, quer dizer “força de Deus”, “homem de Deus” ou ainda “enviado de Deus”. No Brasil, há mais de 380 mil pessoas registradas com este nome. Uma variação é Gabriele.

ISABEL:  Isabel é uma personagem do Novo Testamento da Bíblia, mencionada no Evangelho como esposa do sacerdote Zacarias e mãe de João Batista. Significa casta, pura, do nome hebraico Izebel. Outra possível interpretação relaciona este nome à Baal (deus babilônico), traduzindo-o como “filha de Baal”. Também é um nome bastante popular entre os brasileiros, com mais de 230 mil registros.

MADALENA: Significa “a que veio de Magdala”, cidade da Galiléia. Já no hebraico Maghdal, quer dizer torre. Usado inicialmente como Magdalena, é o nome de uma das seguidoras mais dedicadas de Jesus Cristo e pecadora convertida do Evangelho, Maria Madalena.

MANUELA: Feminino de Manuel. Abreviação do nome hebraico Immanuel, “Deus está conosco”. É um nome bem utilizado no Brasil, com mais de 60 mil pessoas chamadas assim, e vem se tornando mais popular, especialmente a partir dos anos 90.

MARIA: Nome da Virgem Santíssima, mãe de Jesus Cristo e um dos mais comuns no mundo ocidental. Do hebraico Myriam, com cerca de 100 interpretações. Do semítico, quer dizer senhora, soberana, do egípcio Mrym, “amada de Deus”, e do hebraico Marah, contumaz. Sem dúvidas, é um dos nomes mais populares entre os brasileiros, com mais de 11,7 milhões de registros. É também muito utilizado em nomes compostos.

NOEMI: Designa alguém gracioso, doce, amável, do hebraico no’ami. Noemi ou Naomi, é uma personagem do Antigo Testamento da Bíblia, mencionada no livro de Rute. De acordo com o relato bíblico, Noemi foi casada com Elimeleque e teve dois filhos: Malom e Quiliom. Com a morte do marido, seus filhos casaram-se com Orfa e Rute. Porém, ambos vêm a falecer e Noemi resolve retornar para Israel acompanhada das noras. Algumas variações do nome são Noêmia e Naomi.

RAFAELA: Do italiano Raffaella, feminino de Rafael. A origem é o hebraico refa-el, “Deus curou”. É um nome bastante utilizado no Brasil, com mais de 275 mil meninas registradas dessa forma.

REBECA: Vem do hebraico Rivqah, que significa laço. Por extensão, o nome pode ser interpretado como “aquela que une”. No Antigo Testamento, é como se chama a esposa de Isaac, mãe dos gêmeos Esaú e Jacó. Mais de 90 mil brasileiros foram registrados com este nome.

RUTE: Do hebraico Ruth, quer dizer amiga, companheira. Outra interpretação é bela, beleza. É o nome de um personagem bíblico, nora de Noemi e protagonista do livro de Rute. É uma estrangeira que se tornaria a bisavó do maior rei de Israel, o grande rei Davi. O nome tem mais de 54 mil registros no Brasil. Uma variação é Ruth.

SARA: A origem está no hebraico Sarah, princesa. Na Bíblia, Sara era a esposa de Abraão. O nome é bem popular em todo o território brasileiro, com mais de 230 mil pessoas registradas. Uma variação de ortografia é Sarah.

TERESA: De origem incerta. Possivelmente do grego theros (verão) ou de therizo (colher). Outra hipótese é Thirasia, nome de uma das ilhas do arquipélago de Santorini, na Grécia.
No Brasil, o nome também é usado no diminutivo por causa da devoção à Santa Teresinha do M Jesus, que é uma das santas mais populares da história da igreja católica. Uma personalidade conhecida com este nome é Madre Teresa de Calcutá (1910-1997), religiosa albanesa que ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1979. No Brasil, há mais de 83 mil registros.

Com dados do Censo Demográfico de 2010 e da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil).

Fonte: Revista Crescer

Leia também:

Nomes de meninos 2022: confira a lista

Nomes japoneses femininos e seus significados

Dicas para escolher o nome do bebê 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>