3 segredos para ser uma mãe mais feliz e equilibrada

Saiba como ter equilíbrio e ser feliz mesmo diante das dificuldades

Quantas vezes você já viu uma mãe perdendo o controle ou simplesmente ficando apática diante de birra e em outros momentos críticos? A maternidade é uma delícia, mas não é fácil. Nesse artigo, vamos te mostrar 3 segredos para ser uma mãe mais equilibrada e feliz.

Conheça os 3 segredos das mães fortes
Existem algumas características básicas para que uma mãe possa ser considerada mentalmente forte, feliz e equilibrada. Você sabe quais são?

É no momento da crise que a força e o equilíbrio da mãe se evidenciam, seja em um acidente ou durante aquela birra sem precedentes.

Algumas mamães acabam perdendo a paciência ou simplesmente ignorando, como se não fosse da sua conta, por puro cansaço ou por não ver uma forma prática e rápida para resolver o problema. Como essa força se mostra nesses momentos?

1. Mães equilibradas agem de acordo com os sentimentos do filho, porém têm limites bem demarcados
Muitos acham que a função dos pais é somente corrigir e moldar a criança de acordo com os preceitos mais aceitos pela sociedade. Será que é assim?

As mães têm uma imensa empatia, elas conseguem compreender, sentir e pensar como seus filhos, ficando assim mais fácil encontrar formas de resolver o que eles estão passando.

Segundo a americana Tara Sareen, personal coach em saúde materna e mãe de 8 filhos, existem alguns pontos importantes que você deve lembrar para que se possa manter o equilíbrio nos momentos de crise:

– Não eduque com foco em resultados e sim no processo, ou seja, esteja envolvida no que seu filho está tentando te passar, sem a ansiedade de fazer a birra terminar logo. Ouça, respire, olhe nos olhos e imponha seus limites, com calma.
– A força da mãe não depende de como seu filho se comporta, do momento, do dia – Ela é fruto de uma relação bem estabelecida, pelo estado de presença entre mãe e filho.
– O papel da mãe não é corrigir ou alterar a forma como ele sente o mundo, e sim nutrir! Fazer florescer sua humanidade, formando pessoas completas em coração, mente e alma.
– Não deixe que uma birra – das várias que você vai passar ao longo da caminhada – estrague seu dia. Respire e tente fazer seu filho encontrar o caminho do equilíbrio, demonstrando com afeto e limites como fazê-lo.

2. Tenha cuidado para não se afundar em drama – não vai ajudar em nada! 
O comportamento do seu filho pequeno é fruto muito mais do seu comportamento do que das suas palavras.

Ser resiliente é fundamental para sua felicidade. Buscar a atenção dos filhos com frases e expressões que demonstram insatisfação no seu papel não ajuda em nada, pelo contrário. É impossível ser feliz enquanto se olha somente o lado trabalhoso da maternidade.

O emocional do filho é nutrido pelas palavras e atitudes das pessoas que o cercam!

PARA SER O CENTRO EMOCIONAL PARA SEUS FILHOS, VOCÊ DEVE CULTIVAR PRIMEIRO A SUA PAZ INTERIOR

Em uma casa equilibrada, as emoções não são arremessadas no momento de crise, e sim expressadas de forma autêntica e trabalhadas para que se encontre a solução para o real causador do conflito.

3. Mães equilibradas sabem dizer sim
Não basta saber dizer não, tem saber usar o verdadeiro sim. Sabe quando você diz sim com o pé atrás, sem certeza? Esse pode ser um não escondido. Saiba diferenciar e quando optar pelo sim, o faça com o coração aberto e sem ressentimentos.

Quando você age de uma forma enquanto gostaria de agir ou falar de outra, há uma tendência a se tornar passivo-agressiva, e isso não é saudável nem para você nem para seus filhos.

Seja honesta consigo mesma e confie no seu julgamento. Diga sim, quando quiser dizer sim e não quando quiser dizer não. Não tenha medo de errar, um erro pode ser corrigido depois, mas a falta de consistência pode gerar sentimentos mistos nas pessoas que a cercam. Confie em você!

Sabemos que a maternidade não é fórmula de bolo, e é impossível ser equilibrada o tempo todo. Mas, tente ter em mente essas dicas! Só fará bem para você e para a sua família!

Fonte do Site: gravidez.online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>