Guia: Como montar o quarto do bebê

Guia Rápido: Descubra todas as etapas para a montagem do quarto do seu bebê.

A organização será essencial para sair tudo conforme o esperado!

Os meses que antecedem o nascimento do bebê são bem agitados. Para ajudá-la nesta tarefa, confira o cronograma de acordo com os meses da gestação:

  • Primeiro mês: inspire-se, informe-se e calcule

Busque referências visuais, de produtos e de preços. Nada como aproveitar a ansiedade do começo para ingressar no universo de decoração. Conte também com as redes sociais, muitas delas repletas de exemplos incríveis nem todos possíveis que enriquecem suas ideias. O Pinterest é uma delas, ele tem integrantes do mundo todo, e você pode selecionar a sua busca de imagens por temas. Aproveite essa fase, ela é, sem dúvida, uma das mais divertidas! Se você já tem o espaço do novo quartinho, aproveite que a barriga ainda não começou a atrapalhar a sua vida e providencie uma fita métrica. Tire as medidas do ambiente, das janelas, portas e vãos. Anote num papel e não deixe ele escapar da sua bolsa.

  • Segundo mês: defina suas prioridades 

Vamos orçar, ver os preços das coisas e definir o quanto gastar. O valor varia de acordo com o material e estilo. Cada escolha demandará um prazo de espera e é essencial definir esses detalhes o mais cedo possível.

A partir do seu orçamento, está na hora de listar as prioridades. Se a intenção é mudar muita coisa, fazer um acabamento de gesso no teto, interferir na iluminação e fazer uma super decoração, pode ser interessante contratar um decorador.  E, embora isso tenha seu preço, muitas vezes ele pode ajudá-la a fazer escolhas certas e a poupar em alguns aspectos.  Em resumo, o prazo de todo o projeto vai depender da extensão e da sua organização. Quanto mais se mexe no ambiente e mais sofisticado o projeto, mais tempo e maiores os gastos.

  • Terceiro mês: as primeiras decisões 

Mesmo que você ainda não saiba o sexo do bebê, nem o estilo que irá adotar, tente escolher o básico. Como dito acima, reformas de estrutura, paredes e piso são prioridade zero. Lembre-se de que para encomendas de alguns modelos de pisos, papéis/tecidos de paredes e acabamentos em geral há um intervalo entre a compra e a instalação que pode levar até dois meses. Paralelo a isso, é preciso decidir a respeito dos móveis.  Decida isso no começo e garanta que nada chegue depois do bebê ou antes do piso instalado.

  • Quarto mês: mão na massa

Quebra-quebra e encomendas marcam essa fase. Está na hora de colocar o piso que foi comprado lá atrás. Resolveu rebaixar o teto e aplicar um gesso? Faça isso agora também. O mesmo vale para quem decidiu modificar a iluminação do ambiente e talvez precise interferir na parte elétrica.

A essa altura é bem provável que você já saiba o sexo do seu bebê. Com essa curiosidade resolvida, fica mais fácil bater o martelo com relação ao estilo da decoração e decidir as estampas de cortinas e desenhos especiais em paredes. Pode ser que você tenha optado por uma persiana provençal para sua menina, ou listrada para seu menino, e essa é a hora de procurar por ela e fechar o negócio. Em paralelo a reforma da base, tire esse mês para arrematar aos poucos os móveis essenciais, tais como o berço, cômoda e poltrona de amamentação.

Para segurança e conforto de sua família, lembre-se de optar por berços com o selo do INMETRO e cômodas funcionais, que tenham espaço suficiente para trocar seu bebê de forma ergonômica. A poltrona também precisa ser confortável, com braços macios para servir de apoio e estrutura que proporcione suporte à cabeça e costas.

Para ter um quarto funcional e com boa circulação, verifique as medidas dos móveis. Para visualizá-los no quarto, utilize jornais emendados, recorte papelões ou use fita crepe no chão do quarto de forma a reproduzir o layout dos móveis. Desta forma, você poderá verificar, de acordo com seu espaço e orçamento, a possibilidade de adquirir também um guarda-roupas e/ou cama de babá.

  • Quinto mês: montagem

Na medida que as encomendas começam a chegar, o projeto toma forma. As cortinas, que podem ter sido decididas no mês passado, devem estar a caminho da sua janela. A cobertura de tecido de paredes, ou o papel, também. O que era um desenho agora está a sua frente, e, uma vez a mobília básica no seu lugar, piso instalado e paredes enfeitadas, é possível partir para os móveis de apoio como mesa lateral ou criado mudo e prateleiras.

  • Sexto mês: retoques finais

Chega de perambular demais por aí, o corpo começa a sentir e pede para que a futura mamãe selecione melhor suas saídas de casa. Com o quartinho quase pronto, chegou o momento de escolher o enxoval que tem papel essencial na decoração. Aquele abajur incrível visto durante a andança por lojas, um porta-retratos especial ou o mobile fofo: essa é a hora deles também!

  • Sétimo e oitavo mês

É fundamental se organizar para a essa altura da gestação e do barrigão você não precisar lidar com mão de obra e burocracias.  Chegou o momento de desacelerar e curtir os detalhes. Você pode enriquecer o ambiente com itens mais supérfluos, uma vez que o mais importante foi providenciado. E, enquanto arruma a mala da maternidade, providencia lembrancinhas e outros mimos para dar as boas-vindas ao bebê, olhe por acessórios de banheiro. Os kits de pia, o kit higiene e as toalhas mais especiais ganham vez agora.

  • Nono mês

Hora de descansar e arrumar a mala da maternidade, a essa altura não há gestante que aguente e isso não é recomendável andar muito tempo procurando coisas. Aproveite a reta final para curtir o ambiente novo e esperar com calma o grande dia!

Veja mais: Mesa Infantil Madeira 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>