Brinquedos para levar no passeio..

Não tem jeito, a primeira coisa que a criança faz quando está saindo para passear é pegar seu brinquedo novo. Criança é assim mesmo, só sai de casa com um brinquedo embaixo do braço.

Na verdade, esse costume é ensinado pelos próprios pais, que penduram bichinhos e chocalhos no carinho de passeio dos bebês e sempre levam um brinquedinho para distraí-los quando saem de casa.

Criança brincando com areia no parquinho da praça.

Na hora do passeio, o brinquedo ideal para os bebês é aquele que, em primeiro lugar, pode ser lavado facilmente. Isso porque os brinquedinhos vivem caindo no chão. Se ele tiver como ficar preso à criança ou ao carrinho, melhor ainda. Um mordedor para a fase em que os dentinhos estão aparecendo é a distração perfeita.

Para as crianças maiores, a escolha do brinquedo vai depender do destino. Para a praia ou piscina, aproveite para usar kits de baldinho e pá, barquinhos que andam na água, pranchinhas ou qualquer outra coisa que possa ficar encharcada.

Se for passear em um lugar onde a criança tenha bastante espaço, tire do armário bicicleta, patinete, pula-pula, carrinhos de controle remoto, velotrol ou outro brinquedo que a criança não consiga brincar dentro de casa. É a oportunidade perfeita.

Se o passeio for em turma e tiver crianças menores no grupo, pense na segurança dos pequenos e escolha um brinquedo que todos possam brincar juntos. Nesse caso, sempre vale lembrar a criança que ela deve dividir seus brinquedos com os amiguinhos para evitar brigas. Para brincar em turma, sugira que seu filho leve corda, peteca, bambolê, amarelinha ou outro jogo que todos possam aproveitar.

Não deixe que a criança leve para a rua brinquedos com peças que se soltam e se espalham, pois há um grande risco de uma parte do brinquedo não voltar para casa. Além disso, se há perigo de se perder ou quebrar, o que vai deixar a criança triste depois, melhor não levar o brinquedo para qualquer lugar.

Outro mico são as pistolas de água, que só devem ser usadas em piscinas e locais a céu aberto. As famosas massinhas de modelar também podem ser um desastre, já que grudam em tapetes e fazem uma grande sujeira. A mesma regrinha vale para canetinhas, pincéis e outros acessórios para colorir e desenhar. Melhor deixá-los em casa.

Há também o brinquedo simbólico, aquele que a criança estabelece uma relação. Pode ser um bichinho, uma bonequinha, um carrinho. Se seu filho quiser levar sempre o mesmo brinquedinho, não se preocupe, isso é saudável e faz parte do desenvolvimento da criança.

fonte: horadopasseio.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>