15 fatos incríveis sobre a oxitocina, o hormônio do amor

27/03/2019
Esse é o hormônio que controla as contrações uterinas no trabalho de parto


O hormônio do amor. É assim que a oxitocina é traduzida. Esse hormônio, contudo, tem múltiplas funções e exerce papel fundamental no parto e amamentação.

A oxitocina é o hormônio responsável pelo controle das contrações uterinas que ocorrem durante o trabalho de parto.

Também tem ação calmante, melhora o humor, reduz a pressão arterial e tem propriedades que reduzem o estresse.

ESSE HORMÔNIO É ENCONTRADO NO ORGANISMO DE HOMENS E MULHERES

Para as mulheres é considerada a chave para a adaptação em sociedade.

Existe uma versão sintética da oxitocina que é usada para induzir o trabalho de parto, mas sua aplicação é questionada por médicos porque pode haver riscos para o bebê.

Conheça 15 fatos sobre a oxitocina:

1. Liberação
A oxitocina é liberada na corrente sanguínea e desencadeia a produção de leite a partir da sucção do bebê. Essa ação faz com que o organismo da mulher produza mais leite.

2. Nascimento no bebê
Os níveis da oxitocina são liberados em ondas quando vai nascer. Além da mãe, os níveis do bebê também estarão elevados.

3. Pele a pele
Os maiores picos de oxitocina na vida de uma mulher ocorrem durante o trabalho de parto e antes da retirada da placenta.
Uma forma de aumentar os níveis de oxitocina é colocar o bebê pele a pele com a mãe.

4. Massagens
Após o parto, uma forma de liberar a oxitocina é fazer massagens na mãe e no bebê enquanto eles estão no contato pele a pele.

5. Epidural
A epidural pode alterar os efeitos da oxitocina e bloquear os caminhos de liberação e receptação. No limiar da dor, os níveis de oxitocina aumentam e isso pode ajudar a dispensar a epidural.

6. Ajuda a produzir prolactina
A oxitocina está ligada ao aumento da produção da prolactina. Juntos, os dois hormônios são responsáveis pela produção do leite.

7. Relação mãe e filho
A interação entre a mãe e o bebê são facilitadas pela oxitocina.

8. Envolvimento
Quando o braço do bebê envolve o peito da mãe há liberação de oxitocina. Esse gesto é um gatilho para liberar o hormônio.

9. Estresse
O estresse bloqueia a liberação da oxitocina. Por isso é importante deixar a mãe emocionalmente à vontade para o trabalho de parto e a amamentação.

10. Composição do leite materno
A liberação de oxitocina está ligada à transferência dos nutrientes da corrente sanguínea da mãe para o leite materno.

Durante a gravidez, o processo ocorre por meio da liberação de nutrientes pelo cordão umbilical para o feto.

11. Desenvolvimento fetal
O crescimento cerebral, principalmente o neo córtex do recém nascido é estimulado pela liberação da oxitocina.

12. Orgasmo
O orgasmo induz à liberação de oxitocina na corrente sanguínea de homens e mulheres. Descargas regulares de oxitocina contribuem para a saúde física e emocional.

13. Saúde mental
A deficiência de oxitocina influencia diretamente em doenças como esquizofrenia, dependência química e, até, o suicídio.

14. Benefícios após a amamentação
Mesmo depois do fim do período de amamentação, a oxitocina continua a oferecer múltiplos benefícios para a mãe.

15. Bem estar e sociabilidade
É a oxitocina o hormônio que garante as interações sociais, o relacionamento com outras espécies e a continuidade da reprodução.

Fonte do Site: gravidez.online
1 2 3 4 5  ... 









Receba nossas Ofertas

DECORAÇÃOQUARTO DE BEBÊENXOVAL DO BEBÊALIMENTAÇÃO
BEM ESTARKIDSMAMÃEBEBÊ
TulipaBaby - sac@tulipababy.com.br - BR 280,2015 - Industrial Norte - 89295000 - Rio Negrinho - SC
Fone: 47 3644 0111 Fax: CNPJ: 14013165000102
Frete Grátis em compras a partir de R$ 350,00
*exceto para Nordeste, Norte e Centro Oeste.
Tecnologia: Plusnet eCommerce