Inflamação nas amígdalas: cinco questões esclarecedoras sobre o pesadelo das crianças

07/11/2018

Pediatra ressalta que faltam evidências científicas para a retirada deliberada dos órgãos

A inflamação nas amígdalas, embora afete também muitos adultos, é um problema que atinge principalmente as crianças e deixa emergências de hospitais com uma grande quantidade de pacientes. Variações bruscas de temperatura e consumo abusivo de líquidos frios ou gelados são apenas algumas das causas, que traz preocupações para os pais, inclusive.



Para entender mais sobre o assunto, doutor José Colleti Junior, Pediatra do Hospital Santa Catarina (SP), elenca cinco questões (e respostas) importantes sobre o tema.

- É sempre indicado retirar as amígdalas das crianças? As indicações para retirar as amígdalas estão mais raras atualmente que no passado, pois faltam evidências científicas contundentes para a indicação desta cirurgia. Algumas dessas indicações que podem ser consideradas: amigdalites recorrentes com abscesso, síndrome da apneia obstrutiva do sono, suspeita de doença maligna (câncer), obstrução importante das vias aéreas pelo tamanho da amígdala, causando dificuldade para alimentar e respirar, além de halitose importante com amigdalite crônica.

- Há consequências caso o paciente não retire as amígdalas quando indicado? Quando existe a indicação de retirada das amígdalas, por exemplo, por restrição à respiração, a não realização do procedimento pode resultar em deformidades craniofaciais, com deformidades dentárias, apneia do sono, roncos, restrição de crescimento por dificuldades alimentares, voz anasalada, dificuldades de concentração na escola, entre outros problemas.

- Após um eventual retirada de amígdalas, é comum as crianças vomitarem sangue? Sim, esse fato pode acontecer e é comum. Porém, sangramentos mais substanciais ocorrem apenas em casos isolados e podem ocorrer até mesmo 10 dias após a cirurgia. Se o sangramento ceder espontaneamente, a conduta é expectante e frio local deve ser aplicado com alimentos gelados, como sorvete. Caso contrário, pode ser necessária nova intervenção cirúrgica para estancar o sangramento.

- Como acontece o procedimento? O procedimento cirúrgico normalmente é rápido e o paciente recebe alta no mesmo dia. Já o pós-operatório é algo desconfortável, em parte por conta do sangramento e do desconforto que a criança apresenta nesse período.

- Otorrinolaringologista ou Pediatra: qual o melhor profissional para falar sobre o tema? O profissional indicado para avaliação é o Otorrinolaringologista em conjunto com o Pediatra do paciente. Quando algum problema for identificado, ambos os profissionais devem trabalhar em conjunto para indicar adequadamente a cirurgia e na idade ideal de forma consensual.

Fonte do Site: https://www.guiadobebe.com.br/inflamacao-nas-amigdalas-cinco-questoes-esclarecedoras-sobre-o-pesadelo-das-criancas/
1 2 3 4 5  ... 









Receba nossas Ofertas

DECORAÇÃOQUARTO DE BEBÊENXOVAL DO BEBÊALIMENTAÇÃO
BEM ESTARPASSEIOMAMÃEBEBÊ
TulipaBaby - sac@tulipababy.com.br - BR 280,2015 - Industrial Norte - 89295000 - Rio Negrinho - SC
Fone: 47 3644 0111 Fax: CNPJ: 14013165000102
Frete Grátis em compras a partir de R$ 350,00
*exceto para Nordeste, Norte e Centro Oeste.
Tecnologia: Plusnet eCommerce